sexta-feira, 15 de junho de 2012

Poema é um gênero textual que a molecada se diverte muito lendo. E após as aulas desse gênero, os alunos escolheram dois para serem publicados em nosso blog. Os poemas mais votados foram: 

A ESTRELA (Manuel Bandeira)

Vi uma estrela tão alta,
Vi uma estrela tão fria!
Vi uma estrela luzindo
Na minha vida vazia.

Era uma estrela tão alta!
Era uma estrela tão fria!
Era uma estrela sozinha
Luzindo no fim do dia.

Por que da sua distância
Para a minha companhia
Não baixava aquela estrela?
Por que tão alta luzia?

E ouvi-a na sombra funda
Responder que assim fazia
Para dar uma esperança
Mais triste ao fim do meu dia.





BERIMBAU (Manuel Bandeira)

Os aguapés dos aguaçais
Nos igapós dos Japurás
Bolem, bolem, bolem.
Chama o saci: - Si si si si!
- Ui ui ui ui ui! Uiva a iara
Nos aguaçais dos igapós
Dos Japurás e dos Purus.

A mameluca é uma maluca.
Saiu sozinha da maloca -
O boto bate - bite bite...
Quem ofendeu a mameluca?
- Foi o boto!
O Cussaruim bota quebrantos.
Nos aguaçais os aguapés
- Cruz, canhoto! -
Bolem ... Peraus dos Japurás
De assombramentos e de espantos!...





SOBRE O AUTOR

Nome: Manuel Bandeira Carneiro de Souza Bandeira Filho
Data de nascimento: 19/04/1886
Natural: Recife-PE
Morte: 13/10/1968



Nenhum comentário:

Postar um comentário